Amanhã será maior!

Posted on 19/12/2013

0



(por: Marta Viveiros)

A greve dos Profissionais de Educação, em 2013 no Rio de Janeiro, foi um dos momentos mais importantes da nossa história de lutas. O fim da greve foi decidido no dia 25 de outubro, quando em assembleia decidimos parar com esta forma de luta. Foi um momento histórico! Uma greve que ficará para sempre nas nossas memórias e de toda a população! Foi muito massiva tanto pelo envolvimento dos professores quanto pelo apoio da população. Todos nós aprendemos muito neste processo e com certeza outros movimentos aprenderam também.

Mostramos que sabemos radicalizar quando preciso e mostrar que queremos ser respeitados e deixar claro para a população carioca os descasos dos governantes com a Educação. Sabíamos que uma das nossas tarefas fundamentais era ao longo do movimento a grande necessidade de conquistar o apoio da população. E nisso fomos totalmente vitoriosos, sem nenhuma dúvida!

E foi isso que fará com que a nossa greve nunca mais seja esquecida por todos. É certo que saímos da greve sem vitórias materiais, porém, conseguimos mostrar para população que o discurso do prefeito e muitos vereadores são completamente falaciosos em relação ao respeito pela Educação.

Acho que nossa principal conquista foi a nossa reorganização, mobilização, coragem, pois apesar de todas as ameaças nos mantivemos fortes e convictos e nossas assembleias continuaram lotadas com milhares de pessoas totalmente envolvidas no processo. Claro que esperávamos por conquistas materiais, mas estaríamos errados se achássemos que a greve foi completamente derrotada. Ganhamos experiência política, avançamos na tomada de consciência política e isso não se apaga porque a greve acabou.

Nós voltamos de cabeça erguida, nos sentimos completamente acolhidos pela população, nossa autoestima neste sentido melhorou porque vimos que somos fortes e importantes para a população e que temos um longo caminho pela frente. Mas agora me pergunto que vamos fazer? Voltar para as salas de aula e não mais conversar sobre tudo isso e seus desdobramentos? Vamos abrir mão do que construímos neste processo que foi nossa mobilização e organização? Vamos deixar para lá tudo que criticamos na direção do sindicato e cruzar os braços? Se temos críticas à direção, que realmente deixou muito a desejar, não podemos deixar de forma alguma de dizê-las e juntos mostrarmos o que realmente queremos do nosso sindicato. Nosso movimento tem que continuar, pois não é só a greve que nos garante conquistas, temos que nos manter mobilizados. Não podemos, não devemos perder o que tivemos de melhor que foi nossa mobilização e reorganização. Continuamos em luta!

Com certeza, se continuar nosso processo de lutas “amanhã será maior”.

Manifestação dos Profissionais de Educação – 01/10/2013

1391508_707591769269231_2110314698_n

(Marta Viveiros é militante da OP – Organização Popular)

Anúncios