Estudantes e servidores ocupam o gabinete da Direção Geral do CPII

Posted on 03/08/2012

0



Estudantes e servidores ocupam o gabinete da DG

Às 12h do dia 1º de agosto, cerca de 120 manifestantes, entre estudantes e servidores do Colégio Pedro II (CPII), ocuparam o 3º andar do Prédio da Direção-Geral do CPII para exigir que a Diretora-Geral Substituta, Profª Maria Helena, atenta a pauta interna de reivindicações do movimento grevista.

A pauta de reivindicações tem dois eixos centrais: a suspensão do calendário escolar de 2012 e a manutenção do processo eleitoral para escolha do novo diretor-geral do colégio.

O movimento entende que a suspensão do calendário letivo é fundamental para garantir a reposição do dias paralisados, o direito dos estudantes aos conteúdos e as avaliações após a greve e evitar a fragmentação do processo de ensino e aprendizagem.

Antes do início do movimento grevista foi deflagrado o processo eleitoral para o do novo diretor-geral do CPII. As eleições foram suspensas temporariamente pela Comissão Eleitoral por causa da greve. Durante o movimento paredista foi sancionada a lei que equipara o Colégio Pedro II aos Institutos Federais, diante dessa nova legislação a atual direção-geral pretende cancelar todo o processo já iniciado. A comunidade escolar não aceita esse manobra, que é considerada um verdadeiro golpe à democracia interna. Portanto, exige a manutenção do calendário eleitoral suspenso temporariamente.

Depois de mais de quatro horas de negociações, a Diretora-Geral Substituta afirmou que não poderia atender às principais reivindicações, por isso, o seu gabinete foi ocupado.

A ocupação será mantida até que as reivindicações sejam atendidas.

Veja a pauta interna de reivindicações.

Audiência Pública debate suspensão do calendário escolar do CPII

A comunidade escolar exigiu posicionamento da Diretora-Geral Substituta, Profª Maria Helena

O movimento grevista dos trabalhadores e estudantes do Colégio Pedro II promoveu mais um momento histórico: a primeira audiência pública do nosso Colégio, realizada no dia 13 de julho, na Unidade Tituca II.

Organizada pelo Comando Local de Greve/Sindscope e pelo Comando de Greve Estudantil, a audiência pública debateu a necessidade de suspensão do calendário escolar de 2012 do CPII, em função do movimento paredista.

A mesa de debate foi formada pelos representantes do movimento, Bruno Bacellar, Kênia Miranda, pelo CLG/Sindscope, e Luiz Felipe Merino, pelo Comando de Greve Estudantil, e pelos representantes da Direção-Geral do CPII,  Profª Maria Helena e Profª Ana Cristina.

Doze entidades representativas da comunidade escolar do CPII estiveram presentes e fizeram o usa da palavra. Somente o representante da Pró-APA da Unidade Centro, Sr. José Ribamar, se posicionou contrário à suspensão do calendário escolar. Os demais defenderam a necessidade da suspensão como uma medida político-pedagógica fundamental.

A Diretora da Unidade Humaitá, Profª Glória, fez uma bela defesa da suspensão do calendário escolar.

A Diretora-Geral Substituta não assumiu o compromisso de suspender o calendário, frustrando às expectativas do conjunto da comunidade escolar. A Profª Maria Helena argumentou que não poderia se posicionar antes de ouvir os diretores das unidades e os chefes dos departamentos. Ela se comprometeu em dá uma resposta o mais rápido possível, de preferência antes da assembleia do dia 24 de julho.

O movimento ainda cobrou da  Profª Maria Helena documento oficializando a suspensão de todas as avaliações no período da greve, compromisso firmado na presença de todos os diretores no dia 03 de julho. Entretanto, a Diretora-Geral se recusou, afirmando que sua palavra é oficial.

Audiência pública para debater suspensão do calendário letivo

A audiência pública para debater a suspensão do calendário letivo-2012 do Colégio Pedro II ocorrerá no dia 13 de julho, próxima sexta-feira, às 15h, no auditório da Unidade Escolar Tijuca II.

Trata-se de um momento fundamental para a consolidação do nosso movimento grevista, pois a defesa da suspensão do calendário letivo-2012, aprovada na assembleia da categoria, garante a igualdade de tratamento entre os servidores e estudantes do nosso Colégio.

Não deixe de participar.

Veja aqui o ofício encaminhado pelos Comandos de Greve dos Servidores e dos Estudantes para a Direção-Geral.

Fonte: Sindicato dos Servidores do Colégio Pedro II

Anúncios